• Envie para um amigo

    Favor Preencher
    Favor Preencher
    Insira um Email Válido
Artigo

Mulheres que ensinam

Elyse Fitzpatrick 08 de Março de 2019 - Mulheres

O trecho abaixo foi retirado com permissão do pré-lançamento: Sem Medo da Minha Idade, de Elyse Fitzpatrick, Editora Fiel.

Parte do conselho de Paulo para Tito, enquanto ele estabelecia igrejas em Creta, foi que ele reconhecesse o grande recurso que estava à sua disposição em um segmento frequentemente subestimado da congregação. Paulo escreveu:

Quanto às mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias em seu proceder, não caluniadoras, não escravizadas a muito vinho; sejam mestras do bem, a fim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido e a seus filhos, a serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas ao marido, para que a palavra de Deus não seja difamada (Tt 2.3-5).

Uma mulher mais velha, na fase do entardecer da vida, tem dons e experiências que podem ajudar as mais jovens que ainda não chegaram lá. Em outra carta sobre ordem eclesiástica, Paulo escreveu que as mulheres não deveriam ensinar, nem exercer autoridade de homem; devendo, pois, estar em silêncio (1Tm 2.12). Embora essa restrição se aplique a uma mulher que exerce a autoridade de ensino sobre um homem, Paulo não está dizendo que as mulheres não deveriam ensinar ninguém. Pelo contrário, ele diz a Timóteo que as mulheres mais velhas deveriam estar ensinando. O público? As mulheres mais jovens. O assunto? Como viver de maneira sã, piedosa e apropriada, e como realizar todas as coisas pelas quais as mulheres mais velhas já passaram (exatamente como temos feito neste livro!)

Como há inúmeros bons livros sobre o que se tem chamado Ministério de Tito 2,1 minha intenção não é fazer um estudo aprofundado sobre o assunto. O que eu fiz foi pedir a uma amiga na fase do entardecer da vida, Anita Manata, que escrevesse seus pensamentos sobre o papel da mulher na igreja.

A história de Anita: mulheres ministrando a mulheres na igreja

Deus planejou com sabedoria o ministério de todos os seus filhos. Ao longo de toda a Escritura, vemos sua ênfase na construção de relacionamentos interpessoais que refletem seu caráter e encorajam o crescimento mútuo na piedade. Os membros individuais da igreja utilizam seus dons excepcionais dentro da estrutura de sua personalidade para promover o crescimento espiritual da noiva de Cristo e para dar testemunho dele ao mundo.

Mas a sabedoria de Deus em projetar a maneira como os membros da igreja usam seus dons de acordo com a própria personalidade também inclui a estrutura dos papéis específicos do homem e da mulher no ministério da igreja. No caso das mulheres, o modelo de Deus é especificamente o que encontramos em Tito 2.3-5. É aqui que Deus diz a quem ele quer que ministremos. As mulheres devem ministrar às mulheres, e as mulheres mais velhas devem instruir as mais novas sobre como serem piedosas nas mais variadas situações.

A verdade é que toda mulher na igreja, não importa a idade, precisa usar os dons que tem para construir relacionamentos interpessoais que são mutuamente edificantes. As mulheres mais jovens terão mais oportunidades de ministrar às mais velhas também, de acordo com os dons que receberam. Embora isso seja verdade, devemos prestar atenção ao padrão que Paulo diz que Tito deveria ensinar em sua igreja. Se formos negligentes, deixaremos de desfrutar a perfeita sabedoria na maneira como Deus projetou que as coisas deveriam ser.

Obstáculos para esse ministério: Grupos separados por faixa etária

O modelo de Tito 2, o de mulheres mais velhas instruindo as mais novas na piedade, é contrário a tudo o que vemos em nossa cultura caída. Desde a tenra infância, as crianças são agrupadas de acordo com a idade nas escolas e até mesmo em algumas escolas dominicais. Talvez essa prática seja de alguma forma benéfica ao desenvolvimento da criança. Contudo, em algumas escolas dominicais, a prática de agrupar por idade tornou-se a norma até mesmo para os adultos. Existem categorias, como “faculdade e carreira”, os “jovens casados”, “os pais de filhos jovens”, os “pais de adolescentes” e até mesmo uma classe voltada aos idosos. Esse tipo de separação por idade não permite que os relacionamentos intergeracionais de Tito se desenvolvam. A sabedoria de Deus em chamar indivíduos de uma grande variedade de profissões e estratos sociais é que sua igreja seja edificada, quando seus membros aprendem e se tornam participantes das experiências uns dos outros.

Deus, em sua sabedoria e bondade, criou as mulheres para que fossem seres relacionais. Ele nos criou para que fôssemos auxiliadoras. Deus nos criou para que fosse natural que as mulheres mais velhas ajudassem as mais novas, encorajando-as a desenvolver uma atitude e um foco piedosos. À medida que uma mulher vai amadurecendo na vida e na fé, naturalmente tem mais a oferecer do que uma mulher com menos experiência. Uma mulher menos madura sente-se tentada a se dedicar a alguma coisa que não seja sua família, a ser indisciplinada ou a ser egocêntrica, em vez de agir de maneira bondosa com as pessoas. A mulher mais madura, porém, é alguém que aprendeu a defender a fé nessas áreas de maneira mais consistente e tem muito a compartilhar. A vida no corpo de Cristo é sobre os membros apoiando e encorajando uns aos outros para que tenham atitudes piedosas.

Mulheres maduras e piedosas devem ter consciência de que também tendem a querer se reunir somente com pessoas da mesma idade. Então, mesmo que pareça que a igreja está encorajando esse tipo de separação, devemos evitar nos relacionar somente com as pessoas que nos deixam mais à vontade. O que devemos fazer é esforçar-nos para viver de maneira autossacrificial.

Hits: 255


O leitor tem permissão para divulgar e distribuir esse texto, desde que não altere seu formato, conteúdo e / ou tradução e que informe os créditos tanto de autoria, como de tradução e copyright. Em caso de dúvidas, faça contato com a Editora Fiel.

Receba nossas Notificações



Elyse Fitzpatrick
Autor Elyse Fitzpatrick

Elyse Fitzpatrick é conselheira bíblica no Institute for Biblical Counseling and Discipleship, na Califórnia, e possui mestrado em Aconselhamento...