• Envie para um amigo

    Favor Preencher
    Favor Preencher
    Insira um Email Válido
Artigo

A arte da Guerra para mulheres | O Cerco Inimigo - A ação do inimigo

Richard Phillips 18 de Janeiro de 2019 - Mulheres

Parte 2 da série “A arte da guerra para as mulheres”, leia a parte 1 aqui: O inimigo

 

Quando saíres à peleja contra os teus inimigos e vires cavalos, e carros, e povo maior em número do que tu, não os temerás; pois o SENHOR, teu Deus, que te fez sair da terra do Egito, está contigo. Quando vos achegardes à peleja, o sacerdote se adiantará, e falará ao povo, e dir-lhe-á: Ouvi, ó Israel, hoje, vos achegais à peleja contra os vossos inimigos; que não desfaleça o vosso coração; não tenhais medo, não tremais, nem vos aterrorizeis diante deles, pois o SENHOR, vosso Deus, é quem vai convosco a pelejar por vós contra os vossos inimigos, para vos salvar. Deuteronômio 20.1-4

O cerco inimigo

O cerco de guerra acontece quando o inimigo está impedido de atacar o alvo e sitia seu adversário de forma que fique isolado, sem fonte de alimento e água ou contato com outras pessoas fora do cerco. Esse sistema tem o objetivo de acabar com todas as fontes de subsistência, forçando o adversário a rendição para ser subjugado ao inimigo e finalmente permanecer como escravo.

Durante o cerco, para acelerar o processo de rendição, o inimigo usa algumas táticas de ataque, vamos conhecer as táticas do cerco inimigo para estarmos preparadas para vencer a guerra.

O ataque inimigo

Criando uma brecha numa das muralhas.

Tendo ouvido Sambalate, Tobias, Gesém, o arábio, e o resto dos nossos inimigos que eu tinha edificado o muro e que nele já não havia brecha nenhuma, ainda que até este tempo não tinha posto as portas nos portais, Sambalate e Gesém mandaram dizer-me: Vem, encontremo-nos, nas aldeias, no vale de Ono. Porém intentavam fazer-me mal. Neemias 6.1-2 

A maioria das cidades, na antiguidade, tinha suas muralhas como a principal defesa e podiam sobreviver a um cerco de mais ou menos um ano. As brechas na muralha propiciavam o inimigo entrar no local sitiado, geralmente por esta brecha entravam vários soldados para facilitar o ataque e a rendição. As brechas são os pontos mais enfraquecidos de uma muralha, essas rupturas facilitam que as aberturas sejam alargadas e passem por aí os inimigos.

Momento de perguntar: como estão suas muralhas?

Neemias, que levantou os muros de Jerusalém quando o povo judeu estava no cativeiro, colocou guardas em cada parte da reconstrução, cada um no seu posto em frente a sua casa (Ne 7.3), ali vigiaram a fim de impedirem a entrada dos inimigos pelas portas do muro da cidade.

Neemias, mesmo após ter fechado as brechas do muro, enfrentou inimigos que lutavam contra Israel de três maneiras: Intentando o mal contra ele (Ne 6.2-4); o amedrontando (Ne 6.5-9); e destruindo sua reputação para o povo desacreditar de sua liderança (Ne 6.10-13). Percebam que até mesmo para fecharmos as brechas de nossas muralhas enfrentamos adversidades. Quando o inimigo intentar o mal contra você não desista, pois, nós somos mais que vencedoras em Cristo; não fique perturbada pelo medo (Dt 31.6). Enfatizo a importância de andarmos juntas, unidas no corpo de Cristo e, finalmente, voltamos aquela questão de termos as escrituras ancoradas em nosso coração, para quando o inimigo de nossas almas quiser nos atacar com incredulidade, dizermos: “está escrito” e, por fim, conhecermos os atributos de nosso líder, o Senhor dos Exércitos, a fim de confiarmos cada dia mais em seu amor, poder e majestade.

Mantermos as brechas bem fechadas e vigiadas é uma excelente tática de defesa, além de ser uma estratégia corporativa, pois, cada uma vigiando no lugar em que o Senhor a colocou podemos vigiar todas as portas simultaneamente. Lembre que fazemos parte do Corpo de Cristo, cada uma de nós com seus dons e talentos, juntas e vigilantes. Ah, mas Neemias usava a maior de todas as estratégias: a dependência do Senhor em oração o mantinha conectado ao seu líder:

Agora, pois, ó Deus, fortalece as minhas mãos. Neemias 6.9

Você tem vigiado suas fronteiras? Fronteira é um lugar propício para pecarmos, pois olhamos para fora do muro que nos cerca e protege, para o mundo, e sabe, nossos olhos cobiçam (1Jo 3.16) nos distraem da vigilância e PUMBA! Levamos um tiro na testa! Despencamos de cima do muro no colo do pecado! Nos afastamos da cruz de Cristo e lá vamos nós para o cativeiro, escravas do pecado novamente.

Abrindo os portões para permitir a entrada das tropas. Também havia na época medieval, a tática de vários guerreiros forçarem os portões com um tronco de árvore, batiam insistentemente até que o portão cedesse e os guerreiros inimigos pudessem entrar aos bandos e atacar a fortaleza por dentro. Amadas, existe uma multidão de inimigos que podem romper nossos portões e nos atacar por dentro, se um deles entra em nossa cidadela os outros acabam encontrando caminho para entrarem também, portanto, não permita que a carne vença o espírito, vigie e ore por graça.

Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.

Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer.

Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam. Gálatas 5.16,17,19-21

Subornar alguém dentro das muralhas ou infiltrar um espião que então se encarregaria de abrir os portões para as tropas invasoras. Em nosso caso o pecado entrou por Adão:

Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.

Rm 5.12

O inimigo é sedutor, ele distorce a verdade em mentiras para nos enganar, lembre-se sempre disso!

Mas o Senhor dos Exércitos venceu o pecado e nos trouxe à vida.

Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados. Colossenses 1.13-14

Cadáveres em putrefação. Preste atenção a esta tática, ela é assustadora, temos que redobrar aqui nossa atenção. Guerreiros medievais lançavam cadáveres em putrefação ou infectados com peste dentro da fortaleza para disseminação de doenças. Nesta tática vemos como a contaminação se expande.

O contágio através dos mortos pode acontecer conosco quando sistematicamente convivemos com os mortos espirituais. Os mortos espirituais amam o mundo e as coisas do mundo, são inimigos de Deus, seus valores estão distorcidos, eles servem ao inimigo, é fácil nos contaminarmos com seus pensamentos, atitudes e desejos se andarmos mais com os mortos do que com os renascidos. Com quem você tem tido mais comunhão?

Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. 1 João 2.15

Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza. Efésios 4.17-19

Quero, agora, que foque sua atenção em outro tipo de cadáver que as mulheres podem deixar que apodreçam dentro de suas moradas e contaminem todo seu ser, este cadáver é a culpa pelos pecados do passado. Ah, ovelha querida, sei como é tentar esconder um cadáver em baixo do tapete, não cabe de jeito nenhum, além disso, fede de longe! Mas, aleluia, temos um cordeiro santo que fez o sacrifício perfeito, de uma vez por todas, para nos purificar das obras mortas:

Portanto, se o sangue de bodes e de touros e a cinza de uma novilha, aspergidos sobre os contaminados, os santificam, quanto à purificação da carne, muito mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo!

Hebreus 9.13,14

E ainda:

Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado.

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

1João 1.7,9

Água envenenada era outra das táticas usadas pelo inimigo para fechar o cerco e deixar o adversário morrer de sede. Sabe, se você tem sede e a água potável está em falta, você pode acabar tomando água envenenada para saciar-se. É necessário buscar as verdadeiras fontes de água potável. Então eu te pergunto, você saber reconhecer os falsos mestres, ministros de  falsos ensinamentos? Eles estão colocando veneno em sua fonte de água! Ovelha a sua bíblia é a fonte de águas doces, busque a palavra de Deus, ore ao Espírito Santo, autor das escrituras para que te conceda entendimento da palavra revelada, ele vai te dar graça para prosseguir conhecendo as suas ordenanças sem engano.

Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. 2Pedro 2.1

A fome. Cortar as fontes de alimento também faz parte do cerco inimigo, ninguém sobrevive sem alimento, se você está cercada pelo inimigo há muito tempo é provável que esteja passando fome e a desnutrição fará de você um alvo fácil. Você facilmente será corrompida, também poderá se render ao inimigo, e ainda poderá se tornar uma fonte de enfraquecimento para aqueles que estão ao seu redor, pois terão de tratar de você para que não sucumba. Ovelha, quero te lembrar de que nosso alimento é o Pão da Vida, Jesus, se você está longe de Cristo você vai ficar com fome.

Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome. João 6.35 

Cristo é o cabeça do corpo, a igreja, onde operamos corporativamente com outras ovelhas, se você não está colaborando com o corpo de Cristo é muito provável que você esteja minando o corpo. Ovelha, o Senhor te concedeu dons para servir ao corpo, somos doadoras da graça de Deus:

Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. 1Pedro 4.10

Jesus foi tentado no deserto após 40 dias de jejum, devia ter bastante fome naquele momento, no entanto ele não se corrompeu, não pecou, mas disse ao tentador de nossas almas:

Jesus, porém, respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus. Mateus 4.4

Ovelha, se o Senhor Jesus nos deu seu testemunho de que a palavra de Deus o sustentou, quanto mais nós seremos sustentadas pela santa palavra. Sature-se da palavra, não passe fome!

Descanso. Amiga ovelha, quando lutamos sozinhas o cansaço nos enfraquece de várias maneiras, o soldado cansado não raciocina bem, tem a mente turva, os reflexos lentos, a fala pastosa. O senhor nos dá um descanso: Jesus. Conhecer Jesus nos dá descanso.

Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Mateus 11.28,29

Está cansada? Descanse em Cristo e segue, ovelha.

Há a promessa de descanso eterno para quem crer em Jesus e obedecer às suas ordenanças, embora este dia ainda não tenha chegado, a promessa deve nos dar ânimo e confiança na graça futura.

E contra quem jurou que não entrariam no seu descanso, senão contra os que foram desobedientes? Hebreus 3.18

Nós, porém, que cremos, entramos no descanso. Hebreus 4.3

O inimigo não pode sustentar o cerco em torno de uma fortaleza

Dificulte a ação do inimigo no cerco, resista, fique sempre firme no Senhor dos Exércitos e o inimigo não resistirá por muito tempo no cerco, ele buscará adversários mais fáceis de serem vencidos.

Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Tiago 4.7

Avante, Ovelha!

 

Ao Senhor toda a honra e toda a glória, hoje e sempre.

 

Nosso próximo treinamento de guerra será conhecer o território inimigo.

Aliste-se aqui para conhecer o campo de batalha!

Referências bíblicas citadas no texto:

Ne 7.3 E lhes disse: não se abram as portas de Jerusalém até que o sol aqueça e, enquanto os guardas ainda estão ali, que se fechem as portas e se tranquem; ponham-se guardas dos moradores de Jerusalém, cada um no seu posto diante de sua casa.

Ne 6.2-4 Sambalate e Gesém mandaram dizer-me: Vem, encontremo-nos, nas aldeias, no vale de Ono. Porém intentavam fazer-me mal. Enviei-lhes mensageiros a dizer: Estou fazendo grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria a obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco? Quatro vezes me enviaram o mesmo pedido; eu, porém, lhes dei sempre a mesma resposta.

Ne 6.10-13 Tendo eu ido à casa de Semaías, filho de Delaías, filho de Meetabel (que estava encerrado), disse ele: Vamos juntamente à Casa de Deus, ao meio do templo, e fechemos as portas do templo; porque virão matar-te; aliás, de noite virão matar-te. Porém eu disse: homem como eu fugiria? E quem há, como eu, que entre no templo para que viva? De maneira nenhuma entrarei. Então, percebi que não era Deus quem o enviara; tal profecia falou ele contra mim, porque Tobias e Sambalate o subornaram. Para isto o subornaram, para me atemorizar, e para que eu, assim, viesse a proceder e a pecar, para que tivessem motivo de me infamar e me vituperassem. 

Dt 31.6 Sede fortes e corajosos, não temais, nem vos atemorizeis diante deles, porque o Senhor, vosso Deus, é quem vai convosco; não vos deixará, nem vos desamparará.

1Jo 2.16 porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo.

Hits: 2675


O leitor tem permissão para divulgar e distribuir esse texto, desde que não altere seu formato, conteúdo e / ou tradução e que informe os créditos tanto de autoria, como de tradução e copyright. Em caso de dúvidas, faça contato com a Editora Fiel.

Receba nossas Notificações