• Envie para um amigo

    Favor Preencher
    Favor Preencher
    Insira um Email Válido
Artigo

10 passos para um descanso sabático mais frutífero

Brian Croft 23 de Novembro de 2018 - Liderança da Igreja

Eu voltei recentemente de um repouso sabático. Minha igreja me liberou totalmente do serviço nos meses de junho e julho. Fui banido dos cultos de domingo em nossa igreja e fiquei no escuro sobre questões pastorais que eles enfrentaram durante esse período de dois meses.

Naquela época, busquei conselhos de muitos pastores que haviam recebido uma folga semelhante. Fiquei impressionado com quantos compartilharam diferentes arrependimentos, depois de passado seu tempo de descanso. Então eu tentei usar meu descanso sabático da maneira mais frutífera possível. Aqui estão algumas lições que aprendi.

1) Deleite-se em sua esposa. Tenha muitas noites de encontro. Cuide dela. Estude-a. Aprenda com ela. Ria com ela. Desfrute-a. Reflita sobre seus anos de ministério juntos. Perceba que ela precisa desse tempo tanto quanto você. Esteja determinado em tornar este tempo em um grande benefício para a alma dela. Aproveite o tempo para se deleitar nela, enquanto a ocupação que muitas vezes interrompe seu tempo juntos é temporariamente aliviada.

2) Aproveite seus filhos. Eu nunca tivera antes um período tão extenso onde pudesse me concentrar no tempo com meus filhos. Eu precisava ter certeza de que eles não eram apenas um foco primário, mas que meu coração estava aproveitando esse momento com eles e realmente desfrutando deles. Muitos pastores expressaram pesar para mim sobre essa frente. Então passamos um tempo na piscina, nos parques, um pouco fora da cidade, lendo, lutando, rindo, andando de bicicleta e o que mais eles quisessem fazer.

3) Seja intencional com disciplinas espirituais. Eu me comprometi a ter momentos de leitura da Palavra de Deus que eram longos e cobriam grandes porções de texto. Eu costumo usar a maior parte do meu tempo “olhando para as árvores” para a preparação de um sermão; para este intervalo, eu permiti que “a floresta” alimentasse minha alma.

Eu também tive momentos intencionais de silêncio e oração por causa da minha própria alma, pedindo a Deus orientação em uma visão para a nossa igreja para os próximos dez anos, pois acabara de terminar meus primeiros dez anos como pastor. Além disso, renovei uma disciplina útil que havia negligenciado: registrar em um diário. Abrace as disciplinas espirituais básicas em que exortamos o nosso povo a se engajar e que muitas vezes deixamos escapar em nossas próprias vidas.

Continua após anúncio: 

4) Seja consistente com as disciplinas físicas. Comprometa-se a dormir oito horas por noite. Tente renovar o exercício físico regular – para mim, isso significava um plano de exercícios de três a quatro dias por semana. E decida-se por comer bem. Se você não faz nada disso em sua rotina normal, um descanso sabático pode ser um ótimo momento para se comprometer novamente com seu corpo e energia. Eu perdi mais de quatro quilos no meu período sabático e me lembrei do quanto de sono eu realmente precisava para estar no meu melhor para servir ao Senhor. Não subestime o quanto você pode tratar mal o seu corpo durante a rotina do ministério.

5) Seja orientado por um pastor morto fiel. Pastores mortos de diferentes momentos da história podem nos ensinar sobre o ministério pastoral de maneiras que os pastores modernos não podem. Eu escolhi o grande pastor batista particular inglês do século 18 Andrew Fuller (1754-1815) para me orientar durante este tempo através de seus escritos. Foi tão encorajador! Escolha um, mergulhe em sua vida e ministério e permita que ele lhe ensine.

6) Aprenda sobre pregação com um pastor vivo fiel. Eu escolhi Ted Donnelly, que pastoreou na Irlanda do Norte por mais de 35 anos, até que sua saúde declinou recentemente. Ele é conhecido na Grã-Bretanha como um dos pregadores mais talentosos e cheios do Espírito no último meio século. Eu ouvi seus sermões e aprendi muito. Deus também alimentou minha alma através de sua Palavra no processo. Escolha alguém que você não conhece muito bem, mas que seria um instrutor útil para ajudá-lo a crescer em sua pregação.

7) Visite outras igrejas. Certamente pode ser restaurador e encorajador adorar no meio do seu povo com seus deveres pastorais regulares aliviados. Mas as conversas inevitáveis ??que surgirão podem fazer com que um descanso sabático se pareça menos com um intervalo se você passar os domingos em sua própria igreja. Por isso, assegurei-me de que minhas responsabilidades na igreja estivessem cobertas para que eu pudesse adorar em outras igrejas durante todo o período sabático.

Se você for a outras igrejas sólidas onde a Palavra é pregada, você experimentará a comunhão cristã. Há muito a aprender com outras igrejas e pastores. Você pode experimentar algo na reunião pública deles que você pode trazer para a sua igreja. Se você não tem muitas opções, escolha algumas igrejas sólidas durante o seu período sabático, onde você pode simplesmente participar, relaxar e ser alimentado enquanto estiver sentado com sua família.

8) Suspenda suas tarefas rotineiras. Um descanso sabático não será verdadeiramente recuperador se você se agarrar ao que normalmente o desgasta. É por isso que meus colegas pastores me proibiram de escrever um livro ou pregar em qualquer lugar, já ambos são parte normal do meu ministério. Embora muitos usem tempo sabático para escrever – o que é bom para alguns – meus colegas pastores estavam certos em me proibir de fazê-lo. Certifique-se de ser honesto consigo mesmo sobre as coisas que lhe desgastam. E certifique-se de suspendê-las por este tempo, mesmo que sejam coisas que você gosta de fazer.

9) Jogue golfe. O golfe é relaxante, mas humilhante para a maioria de nós. Existem várias razões pelas quais isso é bom para a sua alma. Eu fiz algumas das minhas melhores rodadas de golfe em anos durante o meu período sabático e venci meu pai (que é muito competitivo) pela primeira vez na minha vida. Claramente, o favor do Senhor estava sobre mim. Se não for golfe, encontre outra forma relaxante e humilde de se divertir que seja difícil de encaixar em sua rotina regular.

10) Descanse de verdade. Eu normalmente não descanso bem. Mas percebi, por meio do conselho dos outros, que se eu chegasse ao fim de meu período de folga e minha esposa e eu não nos sentíssemos descansados ??e renovados, teríamos perdido o propósito desse presente de nossa igreja e desperdiçado essa oportunidade. Tudo que ajudá-lo a descansar da corrida de seus trabalhos regulares e refrescar sua alma é o que você deve fazer.

Se você está planejando um descanso sabático próximo, espero que isso inicie uma conversa útil entre você e seus colegas pastores sobre qual seria a melhor maneira de você se beneficiar desse presente. Seja intencional. Envolva os outros em sua igreja para ajudar a determinar a melhor maneira de você gastar seu tempo. Dê ouvidos à contribuição de sua esposa. E ore para que Deus conceda que você descanse bem e sabiamente, de modo que as boas lembranças superem os arrependimentos quando você voltar à rotina normal do ministério.

 

Tradução: João Paulo Aragão da Guia Oliveira.

Revisão: Filipe Castelo Branco.

Fonte: Ten Steps to a More Fruitful Sabbatical.

Hits: 470


O leitor tem permissão para divulgar e distribuir esse texto, desde que não altere seu formato, conteúdo e / ou tradução e que informe os créditos tanto de autoria, como de tradução e copyright. Em caso de dúvidas, faça contato com a Editora Fiel.

Receba nossas Notificações



Brian Croft
Autor Brian Croft

Brian Croft é o pastor efetivo da Auburndale Baptist Church em Louisville, Kentucky. Ele também é autor de "Visit the Sick: Ministering...



Practical Shepherding
Parceiro Practical Shepherding

O ministério Practical Shepherding fornece conteúdo centrado no evangelho que visa equipar pastores e líderes nas questões práticas...